III Festival Gemada Integradas de Artes

Image

Festival organizado pelo Coletivo Gema Genérica terá mais de 10 horas consecutivas com diversas atrações culturais

 

Grafite, exposições, debates, videoarte, shows, oficinas e feira de trocas livres. Todas essas atrações estarão dispostas na Praça da Estação Cultura em Barretos no dia 23 de novembro durante o III Festival Gemada de Artes Integradas. Organizado pelo Coletivo Gema Genérica, o projeto primou por reunir artistas locais, regionais e nacionais, promovendo o incentivo da produção cultural em Barretos e abrir. Trabalhando de forma horizontal e de código aberto, o festival é construído por um núcleo duro de organização em parceria com o próprio público, a ONG Aruanda Brasil, Secretaria Municipal e Cultura, ACIB, Pizzaria Vovó Landa, Colégio Objetivo de Barretos e outros agentes culturais.   

 

Dialogando com a data, este o ano o festival irá integrar também o Mês da Consciência Negra com o debate “Negro no Século XXI” contando com a participação de ativistas culturais da cena do Hip Hop (como Renato Magú de Bauru e Bob de Guarulhos), diretor da ONG Aruanda Brasil, Francisco Salviano Miranda (Tico), o ativista de Guarulhos Bob Controversista e outros convidados. O mês da consciência também está representado na música: o festival terá o show do grande rapper barretense Ramonstro (advindo diretamente da Semana do Hip Hop Bauru 2013) e Coruja BC1 – o rapper bauruense de apenas 19 anos que já emplacou diversos hit´s no youtube como “Liga os Colômbia” e “Não posso Murmurar”.

Image

 

Um palco grande em frente à Estação Cultura também será montado para receber diversas atrações locais, regionais e nacionais a partir das 18 horas. A banda veterana de hardcore barretense “Radiação X”, a nova e surpreendente banda de metal instrumental barretense “Grito”, o duo de stoner/rock de Uberlândia (SP) que tem rodado o país com seu novo EP, “Muñoz”, e a dupla instrumental eletrônica “Tigre Dente de Sabre” – com público cativo em Barretos, apresenta-se pela terceira vez em Barretos após duas performances de sucesso.

 

Durante o evento, também será realizado o lançamento do livro “Você vai saber por quê” do autor André Mansim e será dada seqüência a um debate sobre literatura.  Serão realizadas oficinas de permacultura (a arte de realizar plantações em casa e preservar sustentavelmente a natureza), uma oficina de xadrez, uma oficina de construção de instrumentos musicais e também uma oficina de atrações circenses. Ao redor da praça também haverá a Feira Grátis da Gratidão, as apresentações do grupo de pirofagia Angels of Fire, sebo, exposições de fotos, arte com grafite, arte plástica, exibição de vídeo arte e comes e bebes. Um palco independente também terá o show de três artistas: Jeca Consciente (projeto de reaggae e MPB ), Breno Della Costa (MPB/Rock) e Randyll Scott (violão instrumental).

Image

 

O festival integra desde 2011, o (CPFI) Circuito Paulista de Festivais Independentes : uma rede que conecta 19 Festivais do Estado de São Paulo. O objetivo é integrar projetos que dialogam com linguagens diversas e estimulam a ocupação de arte independente em espaços, sobretudo públicos, fortalecendo assim o cenário cultural como uma plataforma sólida que promove, fomenta e desenvolve a cultura paulista.

 

O III Festival Gemada de Artes Integradas, o Coletivo Gema Genérica irá ocorrer em um único dia: 23 de novembro. Esse modelo foi pensado para potencializar a visitas de pessoas de outras cidades da região e criar um dia repleto de atividades, shows e oficinas para crianças, adolescentes e adultos na Praça da Estação Cultura. Todas as atividades também contarão com uma transmissão e cobertura ao vivo.

 

O que é o Circuito Paulista de Festivais ?

 

O (CPFI) Circuito Paulista de Festivais Independentes é uma rede que conecta vários Festivais do estado de São Paulo. O objetivo é integrar projetos que dialogam com linguagens diversas e estimulam a ocupação de arte independente em espaços, sobretudo públicos, fortalecendo assim o cenário cultural como uma plataforma sólida que promove, fomenta edesenvolve a cultura paulista. Além disso, o Circuito Paulista busca criar condições sustentáveis para a construção de uma estrutura que viabilize uma plataforma efetiva de circulação de músicos, espetáculos cênicos, mostras audiovisuais, jornalistas e produtores, integrando-os.

 

A formatação em rede e o estímulo ao trânsito entre os agentes promove a interligação entre os festivais, cada qual com suas especificidades: uns com foco exclusivo na música, outros na integração das artes e alguns propondo densas programações voltadas à formação livre, resultando por fim numa grande diversidade de ações em várias regiões do estado.

 

Dessa forma, o CPFI torna-se catalisador das atividades geradas para proporcionar a consolidação desses festivais em rede, incitando a troca solidária de informações, serviços e tecnologias, o intercâmbio de agentes e uma comunicação integrada, buscando potencializar assim o crescimento do projeto.

 

O calendário do CPFI ocupa o segundo semestre, em praticamente todas as regiões do estado, começando por Serrana, no mês de julho. A partir daí, percorre Itu, Araraquara, Bauru, Taquaritinga, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São Carlos, Bragança Paulista, Barretos,Sorocaba, Guarulhos, São Caetano, Suzano, São Paulo, ABC Paulista, São Paulo, Santos e Piracicaba.

 

São festivais de diferentes formatos, tamanhos e estilos, produzidos em grande parte pelos coletivos e pontos do Fora do Eixo, que atingem juntos mais de 100 mil pessoas, com circulação de cerca de 200 pessoas, reunindo mais de 300 atividades, numa movimentação de quase um milhão de reais.

 

O que é o Fora do Eixo?

 

O Circuito Fora do Eixo é uma rede de coletivos articuladores, gestores e produtores de uma série de tecnologias e plataformas sócio culturais no Brasil. Iniciando com o foco na Música, a rede agregou mais de 70 Festivais independentes associados na Abrafin, 100 Casas de shows e espetáculos associadas e parceiras da Casas Associadas, 2.000 agentes e artistas ligados diretamente, 5.000 shows, 1.000.000 de público em apenas 05 anos.

 

Programação

 

OFICINAS

 

Ø     10 horas  – Pintura dos Alunos “Reelendo os Grandes Mestres” –  Luciano Junqueira

 

Ø     11 horas – Atrações Circences – Ademur Oliveira

 

Ø     15 horas – Oficina de Permacultura – Kim

 

Ø     16 horas – Oficina de Xadrez – Carol Leão

 

 

 

ARTES VISUAIS – 10 horas às 20 horas

 

Ø     Exposição de Fotos

 

Ø     Mural História de Barretos

 

Ø     Exposição de Quadros

 

 

 

CINEMA e AUDIOVISUAL – 19 Horas

 

Ø     Projeções Audiovisual com Luiz Augusto

 

 

 

ALIMENTAÇÃO

 

12 horas – Almoço na Praça

 

10 às 2 horas – Comes e Bebes na Praça

 

 

 

DEBATES ABERTOS
15:00 – Negro no Século XXI

 

Ø     Tico Aruanda

 

Ø     Bob

 

Ø     Renato Magú

 

 

 

17:00 – Lançamento do Livro “Você vai Saber Porque”, lançamento dos HQS do Guilherme Silveira “Caminho di Rato” e Mistehorror” e debate sobre literatura contemporânea

 

 

 

SHOWS PALQUINHO CORETO ACÚSTICO

 

16:00  Jeca Consciente (Reggae/MPB)

 

16:45  Breno Dalla Costa (MPB/ Pop Rock)

 

17:30  Randyll Scott (Instrumental Violão)

 

 

 

Shows Palco Grande

 

18:00 – Ramonstro (Rap)

 

19:00 –  O Grito (Metal)

 

20:00 – Munhoz (Stoner/Blues)

 

21:00 – Radiação X (Hardcore)

 

22:00 – Coruja BC1 (Rap)

 

23:00 – Tigre Dente de Sabre (Instrumental Eletrônico)

 

Atrações permanentes

 

  • Venda de livros
  • Varal de Poesias
  • Pirofagia com Angels of Fire
  • Grafite com Zion Jorge
  • Distro Metal
  • Feira Grátis da Gratidão

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s